FAQs

Os materiais mais comuns quando se pensa em portões automáticos são ferro, alumínio e madeira que podem também estar combinados.

Ao escolher o material mais adequado é importante considerar além da beleza, a segurança oferecida por cada um.

Quanto mais resistentes forem os materiais, mais seguro será o portão.

Por outro lado, portões grandes feitos em materiais muito pesados, como o ferro por exemplo, podem exigir um motor mais potente para a abertura e demandar maiores gastos com manutenção.

O alumínio é ideal para portões grandes

Caso o portão seja realmente grande, uma boa opção é o alumínio que é mais leve do que o ferro, porém mais resistente do que outros materiais.

Outra vantagem do alumínio é que a manutenção é mais simples do que a dos portões de ferro ou madeira.

No caso do alumínio, há diferentes tipos de acabamentos que deixam o portão mais bonito e resistente.
A fabricante Portec, por exemplo, oferece portões com acabamentos em anodização, um “processo químico que garante maior resistência à corrosão e ao desgaste”, ou pintura eletrostática, um tipo de pintura industrial que dá “acabamento nobre e grande beleza ao produto”.

A anodização pode ter cor natural (brilhante ou fosca), em bronze ou preto. Caso a opção seja pela pintura eletrostática, são várias as cores disponíveis.

Os modelos são diversos e podem variar entre total ou parcialmente fechados – feitos com chapa ou lambri, por exemplo – para os que desejam maior segurança e privacidade, e mais abertos, que permitem mais ventilação e entrada de luz e que podem ser feitos em tubos, por exemplo.

Na hora de escolher o portão pense na instalação

É importante considerar que um portão automático precisa de mais espaço do que um portão comum.

É também o espaço onde será instalado seu portão que irá determinar o melhor tipo de abertura.

Lembre-se também que portões maiores e mais altos exigem um esforço maior para a abertura e fechamento. No caso dos portões automáticos, isso significa um motor mais potente e, em certos casos, uma quantidade maior de motores.

O portão residencial pode ser automático ou manual. Existe uma certa especificação para cada aplicação — por exemplo, em um portão de garagem, o ideal é que a abertura seja automática para evitar que o morador precise sair do automóvel para controlar este acesso.

Conheça os principais tipos de portão, aberturas e materiais
Para facilitar a sua visualização, separamos os principais tipos de portões, suas aberturas e os materiais mais populares para utilização. Confira abaixo todas as dicas com fotos:

A automatização do portão e a sua abertura é sempre mais prática, no entanto, é preciso verificar o tempo do funcionamento desse sistema, para garantir segurança e privacidade aos moradores. Lembrando que o material é um ponto crucial na escolha de um portão automático, quanto mais leve ele for, mais fácil e rápido é a sua abertura, além de exigir um gasto menor de energia do motor que faz este movimento.


Se você pretende economizar em sua obra, vale a pena apostar na abertura manual. Onde é instalado um trilho para que o portão percorra com mais facilmente neste eixo. No futuro, o morador pode trocar a abertura manual por uma automática: os trilhos podem ser adaptados sem a necessidade de alterar o modelo do portão.


Existem três tipos de sistema mais utilizados para abertura do portão: abrir, correr e o basculante. O de abrir é o mais tradicional, que necessita apenas de um espaço interno para a abertura das folhas. Esta é uma das opções mais comuns para entradas pequenas e restritas.

 

O portão de correr desliza em uma linha horizontal, necessitando de um espaço na fachada para que a ele corra livremente. Sua abertura pode ser tanto manual como automática.

 

O modelo de portão basculante é aquele que abre para cima e não precisa de tanto espaço livre como os outros citados. Pode ser a solução ideal para a construção que quer aproveitar cada espaço da garagem.

Sobre os materiais dos portões

Na hora de escolher o material ideal para o portão, o indicado é escolher por aquele que acompanhe o estilo da construção, podendo ter um estilo industrial, contemporâneo, para uma casa na praia, uma chácara e entre outras variações. Os portões de ferro são aqueles que tem o acabamento mais tradicional e barato. Quem procura por uma opção moderna, escolha um modelo de alumínio, vidro ou madeira: são três materiais de alta qualidade e que conferem um aspecto atual a fachada de uma residência. Uma tendência forte na escolha dos materiais é o aço corten, ele possuí alta resistência e geralmente é fechado sem nenhum desenho vazado. Confira os principais materiais de portões residenciais:

Uma proposta de fachada moderna e clean com portão residencial para uma garagem com duas vagas.

Quem é adepto da arte e de modelos ousados pode se surpreender com o efeito causado por um belo portão cheio de curvas e detalhes.

Os pequenos recortes da chapa de aço funcionam como um “respiro” para esse muro. Para não deixar a fachada coberta, este projeto usa um recorte, onde o portão tem dimensões verticais menores do que a área da parede.

Uma opção é brincar com o contraste das cores, deixando as mais escuras nos portões e as mais claras na fachada da casa. Esta regra também pode ser aplicada nas situações inversas, resultando em um belo contraste, além de garantir destaque à residência.

O bambu é um material ideal para ressaltar as características rústicas de uma construção. Este portão usa o material de forma sustentável em sua composição.

O modelo clássico feito por tubos verticais de ferro, no estilo gradil e com pintura branca é a opção ideal para os condomínios com gabarito alto, garantindo mais beleza a entrada principal do empreendimento.

Nesse tipo de portão, uma moldura é criada para cada tela instalada. Essas telas garantem segurança, mas deixam a privacidade de lado. Nestes casos, os moradores podem escolher pelo o que mais agrada. Por exemplo, em um condomínio fechado, ele pode ser uma ótima opção, já que a integração com o ambiente externo é maior.

Esse portão foi feito em dois tamanhos, um para a entrada principal e outro que leva ao acesso a garagem. Já o tom escolhido garante um visual mais leve para a composição da fachada.

Uma forma moderna de inovar o visual de sua casa é substituir a numeração clássica por essa ideia feita com o próprio material do portão, pintando partes dele com a tinta branca.


Esses nichos vazados permitem a privacidade na medida certa e ainda conferem um movimento para a fachada para quem passa pela calçada.

 

Um exemplo de contraste entre as cores: aqui as paredes da construção tem a cor branca e os portões recebem a cor preta para completar o papel. Este é um recurso válido na elaboração da fachada, trabalhando com as cores para ter o melhor resultado possível.


Como os moradores optaram por um modelo de portão que não possibilita a visualização do interior do terreno, o charme extra foi garantido pelo recorte adicionado na parte superior de cada peça.

 

Neste projeto, o portão da garagem acompanha o desenho da fachada da casa. Por isso ela foi pensada como dois blocos (superior e inferior) que contrastam por suas cores claras e escuras, assim como os  acabamentos e o uso do cheio e o vazio no jogo de volumes.

 

A residência geminada ganhou um modelo de portão em duas versões: uma vazada, instalada na menor parte da fachada, permitindo visualizar parcialmente a residência, e uma outra versão na garagem, que veda o restante da casa.

 

Um portão colorido transparece toda a personalidade da residência já na fachada. A pintura em amarelo contrasta com o restante do muro em concreto, o que possibilita ampla visibilidade da residência, já que o terreno possui uma largura ampla.

 


Esse tipo de portão é uma mistura entre o aberto e o fechado. Ideal para aqueles que querem uma visão de dentro para fora e com um fechamento na parte de baixo, protegendo esta área da sujeira do lado exterior.

 

 

Para ter a mesma padronização, este projeto recebe o mesmo material metálico em toda a fachada, tanto no portão como na porta central e no muro.

 

Para quem não sabe qual o modelo ideal: escolha os clássicos portões vazados com cores neutras. Eles compõem em qualquer tipo de construção e harmonizam em variados estilos arquitetônicos.

 

Os portões de aço podem imitar o aspecto visual da madeira recebendo uma pintura especial.

 

Criar uma identidade para a construção é uma tarefa importante! Seja um detalhe, uma cor ou um acabamento, eles devem estar presentes em qualquer local de sua fachada. O detalhe construtivo em aço vermelho foi o ponto chave dessa construção.

 

O portão com trilhos precisa de um espaço extra no terreno para ser aberto completamente, conforme mostra a imagem acima.


O portão fechado com o muro de pedras cobre toda a frente da casa, garantindo privacidade para os moradores. Feito por um único tamanho, o tom acinzentado promove um visual mais suave ao restante da fachada.

Esperamos que todas estas dicas tenham contribuído para a escolha do seu próximo portão residencial. Além das opções disponíveis em lojas de departamento de construção, existem ainda empresas especializadas na fabricação de portões com projeto sob medida, sendo esta a opção mais indicada para ter uma proposta personalizada.